Menu
COMO LER OS RUSSOS

COMO LER OS RUSSOS

com Irineu Franco Perpetuo

Para leitores brasileiros, não parece ser necessário responder à pergunta 'Por que ler os russos?'. O fascínio que esses autores exercem por aqui, não é de hoje, já seria resposta suficiente. Entretanto, uma abordagem renovada da obra de seus principais escritores permite compreender o diferencial do conjunto de sua literatura e, ao mesmo tempo, as características que particularizam a escrita de cada um deles.

Abrangendo sua própria tradição literária e o histórico da sua recepção muito além de suas fronteiras, este curso oferece um panorama da literatura russa, de Púchkin a Sveltana Aleksiévitch, conduzindo os participantes pelos traços principais das obras Dostoiévski, Tolstói, Tchkékov, Akhmátova, Nabókov e outros. Porta de entrada para quem deseja se aventurar nessa apaixonante literatura, mas funcionando também como um guia de referências para os leitores que já a conhecem, as aulas contextualizam e discutem a produção desse escritores, mostrando a sintonia de seus livros com alguns acontecimentos históricos específicos e a relação que mantêm com tendências filosóficas e movimentos literários da Europa.

Datas

19 a 22 de julho, segunda a quinta

Horário

19h30 às 21h30

Plataforma

Zoom

Atenção: Até 2h antes do início do curso você receberá as informações de acesso por e-mail.

De: R$ 390
Por:
R$ 330 5x sem juros no cartão de crédito

As Vagas já se esgotaram...

Mas você pode se inscrever na Lista de Espera, e caso abra uma vaga nós te avisamos:

Irineu Franco Perpetuo é jornalista, tradutor literário e escreve sobre música erudita na revista Concerto e na Folha de S. Paulo. Entre suas traduções do russo, destacam-se Boris Godunov, de Púchkin (Globo, 2007), Memórias de um Caçador (Ed. 34, 2013), de Turguêniev, A Morte de Ivan Ilitch e Memórias do Subsolo, de Tolstói e Dostoiévski (Folha Grandes Clássicos da Literatura, 2016) e A Estrada (Alfaguara, 2015) de Vassíli Grossman.