LITERATURA ITALIANA DO NOVECENTOS – LEITURA GUIADA DE 'O LEOPARDO', DE TOMASI DI LAMPEDUSA

LITERATURA ITALIANA DO NOVECENTOS – LEITURA GUIADA DE 'O LEOPARDO', DE TOMASI DI LAMPEDUSA

com Manuel da Costa Pinto

A série de cursos ‘Literatura Italiana do Novecentos’ traz agora a leitura guiada do romance O Leopardo, obra-prima de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, famosa também pela adaptação para o cinema, feita por Luchino Visconti. Publicado em 1958, um ano após a morte do escritor, o livro descreve a decadência de uma família nobre da Sicília, representada por Dom Fabrizio Corbera, príncipe de Salina.

Tendo como pano de fundo o turbulento processo de unificação da Itália, a verdadeira matéria da narrativa – em estilo suntuoso, mas com fina ironia e momentos de comicidade – é a agonia de uma concepção de mundo fundada sobre os laços de sangue e o vínculo ancestral com a terra. Tudo ao preço de uma profunda desigualdade social que é responsável pela visão fatalista e cética diante da emergência de novos costumes e valores associados à modernização burguesa.

A leitura guiada de O Leopardo tem oito encontros online, iniciando com uma exposição geral sobre a vida do escritor, o conjunto de sua obra e a contextualização do livro em foco. As aulas acontecem semanalmente, com a análise de todos os capítulos do romance, seguindo um roteiro de leitura indicado previamente aos inscritos.

Datas

8 de julho a 26 de agosto, segundas

Horário

15 às 17h

Plataforma

Zoom

Atenção: Se este for um curso na modalidade Online, até 2h antes do início do curso você receberá as informações de acesso por e-mail.

R$ 880 5x sem juros no cartão de crédito

Inscrições abertas

Manuel da Costa Pinto é mestre em Teoria Literária pela USP, jornalista e autor de Albert CamusUm Elogio do Ensaio (Ateliê, 1998), Literatura Brasileira Hoje (Publifolha, 2004) e Paisagens Interiores (Ed. B4, 2012). Foi editor da revista Cult, colunista da Folha de S. Paulo e  curador da Flip. Atualmente apresenta o programa Entrelinhas, sobre literatura, na TV Cultura.