Menu
LITERATURA E RACISMO

LITERATURA E RACISMO

com Matheus Gato

Os últimos anos da escravidão no Brasil e o período pós-abolição definem um momento chave da formação da sociedade brasileira contemporânea, organizada pelo trabalho livre e instituições republicanas. Uma das principais características dessa época, que comparece de diferentes maneiras em obras literárias, é a reconfiguração dos critérios de distinção social e a intensificação dos processos de racialização, caracterizada pela transformação de uma sociedade imperial dividida entre cidadãos e escravizados em uma república hierarquizada entre brancos e negros.

Este curso aborda o modo como a literatura nos ajuda a interpretar as relações entre racismo e modernidade nesse contexto tão decisivo, dando destaque a escritores que atualmente vêm sendo revalorizados, entre eles, Astolfo Marques e Nascimento Moraes, e discutindo obras como O Mulato, de Aluízio Azevedo e Recordações do Escrivão Isaías Caminha, de Lima Barreto.

* Este curso integra a nova série Temas Fundamentais, que segue em outubro (‘Literatura e Violência’, com Jaime Ginzburg) e novembro (‘Literatura e Feminismo’, com Bianca Santana). Aproveite os descontos progressivos e garanta a sua vaga nos dois próximos cursos da série, já com inscrições abertas. 

Datas

13, 20, 27 de setembro
e 4 de outubro, segundas

Horário

19h30 às 21h30

Plataforma

Zoom

Atenção: Até 2h antes do início do curso você receberá as informações de acesso por e-mail.

De: R$ 390
Por:
R$ 230
5x sem juros no cartão de crédito

As Vagas já se esgotaram...

Mas você pode se inscrever na Lista de Espera, e caso abra uma vaga nós te avisamos:

Matheus Gato é doutor em sociologia pela USP, onde também realizou pós-doutorado, e foi visiting fellow no Hutchins Center for African and African American Studies da Universidade de Harvard. Professor do Depto. de Sociologia do IFCH-UNICAMP e coordenador do Bitita – Núcleo de Estudos Carolina de Jesus, na mesma instituição, é pesquisador do Núcleo Afro do CEBRAP. Organizou o livro O Treze de Maio e Outras Histórias do Pós-Abolição, que reúne contos de Astolfo Marques (Fósforo, 2021).