ESCREVEDEIRA BOOK CLUB

ESCREVEDEIRA BOOK CLUB

com Vania Gomes

Literature is an excellent ally for those who wish to improve their English language skills. Reading and discussing good texts is a pleasant way to enrich one’s vocabulary, learn new expressions and increase comprehension of a new language. This is the proposal of Escrevedeira Book Club, where you can read and speak English.

 

short stories of the month: 'To Room Nineteen', by Doris Lessing

 

Doris Lessing (1919-2013) was a British writer who authored an extensive number of publications, including The Grass is Singing (1950), and The Golden Notebook (1962), considered a feminist classic. Her novels cover a broad range of literary genres, from science fiction to autobiography, with clear influence from modernism. In 2007, she was awarded the Nobel Prize in Literature, making her the oldest winner at the time.

Lessing did not like to be considered a feminist or leftist author. In 1999, she declined a Damehood of the British Empire because ‘there isn't a British Empire’, as she would say. Seeing herself as a child of war, ‘where all the mass horrors of our time were created’, she spent her life observing and portraying existential and social conflicts: the permanent tension between genders, ideological differences, and ethnic and class prejudice.

 

Originally published in the 1963 collection A Man and Two Women'To Room Nineteen' tells the story of an English middle-class woman, married and with four children, who sees herself losing her identity to her bourgeois marriage, motherhood and the fragmentation of her femininity. The issues she portrays relate especially to women, but not only to them. In this short story, the author touches on her most frequent themes, such as mismatches between human desire and the throes of love, domestic life and freedom; conflicts between ideology and betrayal, responsibility and independence.

 

A literatura é ótima aliada de quem quer se aprimorar em uma língua estrangeira. Ler e discutir bons textos é um jeito prazeroso de ampliar o vocabulário, diversificar a expressão e melhorar a compreensão oral de uma nova língua. Essa é a proposta do Escrevedeira Book Club, onde se lê e se conversa em inglês.

 

Doris Lessing (1919-2013) foi uma escritora inglesa, autora de uma obra extensa, que inclui os romances The Grass is Singing (1950) e O Carnê Dourado (1962), marco do feminismo na literatura. Seus livros cobrem um amplo leque de gêneros literários, passando pela ficção científica e a autobiografia, com claras influências do modernismo. Em 2007, ganhou o Nobel de Literatura, sendo então a pessoa mais idosa a receber o prêmio.

Lessing não gostava de ser classificada como autora de esquerda e escritora feminista. Em 1999, recusou o título de Dama do Império Britânico, porque ‘não existe mais Império Britânico’, dizia ela. Vendo a si mesma como filha da guerra, ‘onde todos os horrores de massa do nosso tempo foram gerados’, passou a vida observando e retratando conflitos existenciais e sociais: a tensão permanente entre os sexos, os embates ideológicos, os preconceitos de classe e etnia.

 

Publicado pela primeira vez em 1963, na coletânea Um Homem e Duas Mulheres, O Quarto Dezenove conta a história de uma mulher de classe média inglesa, casada e com quatro filhos, que se vê despersonalizada pelo casamento burguês, pela maternidade e pela fragmentação de sua identidade feminina. As questões abordadas dizem respeito principalmente às mulheres, mas não só a elas. No conto, a autora trata de alguns de seus temas mais persistentes, como os desencontros entre o desejo humano e os imperativos do amor, o doméstico e a liberdade, os conflitos entre a ideologia e a traição, a responsabilidade e a independência.

Data

25 de agosto, quinta

Horário

19h30 às 21h

Plataforma

Zoom

Atenção: Até 2h antes do início do curso você receberá as informações de acesso por e-mail.

R$ 50

Inscrições abertas

Vania Gomes cursou Letras na PUC-RJ e é pós graduada em Literaturas de Língua Inglesa na USP. Professora de inglês para adultos há mais de vinte anos, criou em São Paulo a The Academy of Languages.